domingo, 4 de janeiro de 2015

ELEIÇÕES PARA O CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO DA PETROBRAS 2015 - #mudacomhenrique2015








Precisamos mudar as perspectivas da Petrobras em 2015 para isso são necessárias mudanças estruturais e conjunturais – não é possível fazer a diferença tentando os mesmos métodos e com as mesmas pessoas.
Eu, Luiz Henrique Amorim, estou candidato a representante dos empregados para o Conselho de Administração da Petrobras 2015. A Eleição ocorrerá eletronicamente no período de 10 a 18 de janeiro de 2015.
Não tenho apoio de nenhuma entidade (SINDICATOS, FUP, FNP, AEPET) a não ser dos meus colegas que me incentivaram a concorrer e estão confiando em mim pelos meus conhecimentos de gestão, formação técnica, experiência profissional e acadêmica. Além da minha posição politica independente de partidos ou facções.
Se você acredita nisso, conto com a sua colaboração para divulgar através de todos os meios possíveis a nossa candidatura com cada colega que se relaciona e, através deste trabalho colega a colega, face a face – poderemos vencer as entidades que mantêm o domínio estrutural e político da Petrobras e que colocaram a máquina administrativa a favor de seus candidatos.
Acredito que neste momento faz-se plenamente necessário que tenhamos um candidato independente com conhecimento da legislação e de princípios de gestão, planejamento e organização, além de larga experiência dentro da Petrobras e, principalmente, com espírito critico e inquisidor para colaborar com ideias e sugestões na recuperação da nossa desgastada imagem.
A participação de um representante dos empregados no Conselho de Administração é uma exigência da lei 12.353/2010, sendo que a escolha deve ser feita por votação direta (dos empregados ativos) e vence quem obter maioria absoluta ou, isso não acontecendo, disputam os dois candidatos mais votados em segundo turno.
O Conselho de Administração da Petrobras é o órgão encarregado de auxiliar a Diretoria na elaboração das estratégias e, também, definir, orientar e supervisionar os executivos quanto aos parâmetros de valores a serem considerados na definição dessas estratégias.
O papel do Conselho de Administração encontra-se no contexto de Governança Corporativa que, conforme o IBGC – Instituto Brasileiro de Governança Corporativa, é “o sistema pelo qual as sociedades são dirigidas e monitoradas, envolvendo os relacionamentos entre Acionistas/Cotistas, Conselho de Administração, Diretoria, Auditoria Independente e Conselho Fiscal. As boas práticas de Governança Corporativa têm a finalidade de aumentar o valor da sociedade, facilitar seu acesso ao capital e contribuir para sua perenidade.” (IBGC, 2004).
A lei das Sociedades por Ações (Lei nº 6.404/1976) estabelece que a administração da companhia competirá conforme dispuser o estatuto ao Conselho de Administração e à Diretoria, sendo o conselho um órgão de deliberação colegiada, composto por membros eleitos pela assembleia-geral (arts. 138 e 140).
Administrador e Advogado Luiz Henrique Amorim é doutorando em Ciências Jurídicas em Buenos Aires pela Universidad Católica Argentina (UCA) - foi aluno do curso de Química da antiga Escola Técnica Federal da Bahia. Estudou Engenharia Química na UFBA, fez o mestrado acadêmico em Administração na Escola de Administração da UFBA. É pós-graduado em Gestão para o Desenvolvimento Social, também, pela UFBA, Master of Business Economy (MBE) em Comércio Exterior pelo Instituto de Economia da UFRJ. É administrador Pleno na PETROBRAS e já foi gerente de 1ª linha e gerente setorial na Petrobras, além de coordenar diversos projetos de planejamento e gestão ao longo de mais de 30 anos de vida profissional. Foi, também, Vice-Presidente e Presidente fundador do Rotary Club Salvador Itaigara entidade de voluntariado da qual se orgulha muito.
Meus Contatos:
http://www.petroleiros.com.br
http://www.luizhenriqueamorim.com.br
somospetroleiros@gmail.com
luizhenriqueamorim@gmail.com
Twitter: @petroleiros e @luizhenrique777

Nenhum comentário:

Postar um comentário